terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Procrastinação

É o grande mestre de todos os desleixos. É a forma mais comum e cruel de se trair, de se mutilar. Mesmo sabendo que não podemos ou devemos deixar para depois, mesmo tendo a maior das certezas no que é certo - deixamos para depois. Deixamos para logo, e do logo, para logo e do logo para... - o esquecimento...

É a autofagia explícita! "Protelar" é o indicador chave do medo, da ansiedade. Preguiça não existe! A preguiça é o medo, a negligência e a inquietação que temos de nós mesmos.

Adiar uma simples tarefa é um sinal mórbido, que pode ser tão destrutivo, quanto fazê-la errada.

6 comentários:

Alice disse...

Fato mano!Uma definição muito real, e realmente, preguiça não existe!

Nanda Assis disse...

olha, gostei muito disse q eu li, mesmo pq sou bem preguiçosa.

bjosss...

Kenia Chan disse...

É o que digo sobre o vício do tempo.
O vicio de deixar para depois, o vicio do "vou"...

Gilson Fox disse...

Caraca bicho que porrada no meu tônago! Vixi...
Legal o blog pedrão!

Kenia Chan disse...

kkkkk o Gilsão é muito doido!

Ana disse...

Vamos procrastinar?
humm depois, agora não...
ìa comentar... mas depois comento...
haushaushuahsau
Tu é tri inteligente guri ;)